Ainda não há nenhum videoclipe

Ainda não há nenhum videoclipe

Tecnologia ou Metodologia?

Ainda não há nenhum videoclipe

O gosto pela leitura deve ser cultivado desde a alfabetização com atividades bem selecionadas para diversão e fins práticos como leitura de cartazes e avisos.

Histórias em quadrinhos

A condição de sujeito ativo/interativo permitiu à criança aprender a falar por sucessivas aproximações, ampliando progressivamente o domínio da linguagem oral apropriando-se da construção do conhecimento, que até o presente momento tem sido desrespeitado.

Street (2014) explica que em contextos educacionais na aquisição da leitura e da escrita, os aprendizes têm encontrado dificuldades, principalmente como prática social, numa perspectiva transcultural. Desta forma, o letramento passa a ser visto como uma prática ideológica, envolvida em relações de poder, envoltas em significados e práticas culturais específicos.

Trabalhar com construção de histórias em quadrinhos utilizando um aplicativo midiático é mudar de paradigma de aprendizagem curricular planejando a aquisição da aprendizagem significativa e interativa. Segundo Lemke apud Rojo (2012) o “[...] paradigma de aprendizagem curricular: aquele que assume que alguém decidirá o que você precisa saber e planejará para que você aprenda tudo em uma ordem fixa e em um cronograma fixo (ROJO, 2012, p. 27)”. A autora supracitada acrescenta que hoje ela substitui o paradigma da aprendizagem interativa por colaborativa, assumindo uma aprendizagem adequada ao ritmo de cada um com participações ativas, utilizando uma ética em várias estéticas, discutindo valores e atitudes aplicados aos produtos culturais/ locais e globais, formando letramentos críticos.

Diálogo com as linguagens do seu cotidiano e de suas interações grupais.